Alimentos afrodisíacos: o que são? conheça alguns


O que são alimentos afrodisíacos?

São considerados alimentos afrodisíacos aqueles que possuem um ou mais fator(es) que possam alterar nossa sensibilidade positivamente, podendo elevar a temperatura corporal, favorecer a melhor circulação sanguínea pelo corpo, que leva o indivíduo a aumentar a libido e estimular o desejo sexual. Geralmente são compostos por agentes químicos ou aromas, porém tudo que pode levar o indivíduo à excitação pode ser considerado afrodisíaco.

A palavra afrodisíaco tem origem no grego aphrodisiakós, relativo ou pertencente à afrodisia, que restaura as forças geradoras, ou excita os apetites carnais, representado pela deusa Afrodite.

Apesar de nos parecer um tema novo a ser estudado, a procura por incrementações e estimulantes na vida sexual pode ser observada ao longo de toda a história da humanidade, com a presença de livros eróticos do Oriente há muitos anos antes de Cristo.

Muitos mitos ainda são ditos envolvendo os afrodisíacos, porém é de senso comum que para um bom efeito, o corpo deve estar em equilíbrio, juntamente com a mente.

Mulher com desejos

Apesar dos mitos e dos poucos estudos que envolvem o tema, há muito o que descobrirmos sobre o efeitos desses alimentos tão sagrados e poderosos.

Muitos alimentos são considerados como afrodisíacos como alimentos que lembrem genitálias tanto femininas como masculinas; substâncias ou euforizantes ou relaxadoras e até mesmo agentes químicos que influenciam a fisiologia sexual.

Afrodite, a Deusa do Amor

Afrodite, segundo a mitologia grega, é a deusa do amor, também conhecida como deusa erótica que estimula o prazer pelo prazer nos amantes. Segundo a lenda, Afrodite teria nascido da castração de Urano por Cronos, na qual Cronos arremessou os órgãos sexuais de Urano no mar, originando uma espuma, aonde dentro dela se encontrava Afrodite, (conhecida na mitologia romana como Vênus), envolvida em uma concha. Ela, então, abandonou o mar e por onde seus pés passavam plantas misteriosas surgiam. Essas plantas foram tratadas como sendo dádivas da Deusa, sendo chamadas, então, de plantas afrodisíacas.

De acordo com Hesíodo, em sua obra Teogonia ( Séc. VII a.C) as festas oferecidas pela Deusa eram celebradas por toda a Grécia, especialmente em Atenas e Corinto. No templo de Corinto era praticada a prostituição religiosa, no templo de Afrodite, sendo esse sexo considerado um meio de adoração e contato com a Deusa.

Suas festas eram chamadas de afrodisíacas e eram celebradas por toda a Grécia.Com o passar do tempo a lenda de Afrodite passou a simbolizar a paixão descontrolada, que defende o prazer pelo prazer, com isso se constituiu uma imagem de Deusa promíscua, por sua sexualidade liberal.

Os Alimentos Afrodisíacos

Apesar de sua história já ser traçada muitos anos antes de Cristo, os estudos sobre os efeitos dos alimentos afrodisíacos ainda são considerados novos e de pouco entendimento,

Antigamente a sensualidade era um dos temperos dos alimentos a ser preparado, havia uma eroticidade envolvendo seu preparo, e além do psicológico, várias ervas naturais eram usadas no prato. Isso levava um aguçamento do paladar, fazendo com que o indivíduo realmente sentisse todas as sensações que cada ingrediente ali posto, o despertava.

 Hoje em dia pouco tempo temos para apreciar nossa refeição, pra prepará-la então menos ainda e acabamos fazendo uso de alimentos industrializados com vários compostos químicos que afetam negativamente nosso corpo e nossa mente, nos desequilibrando a saúde e levando a várias consequências. 

Entretanto em meio a esse caos em que vivemos os alimentos afrodisíacos estão mais vivos do que nunca e o que pouco se fala é que a maioria faz parte do nosso dia a dia sem que saibamos utilizá-lo de maneira correta.

Alguns alimentos afrodisíacos:
  • Alho
  • Amendoim
  • Alecrim
  • Amendôa
  • Aspargo
  • Aipo
  • Catuaba
  • Gengibre
  • Mel
  • Ostras
  • Pimenta

Lista de alimentos e afrodisíacos

  • Alho

    Muito usado pelo brasileiro para temperar seus alimentos, o alho é um alimento afrodisíaco pois possui substâncias que elevam a libido feminina e aumentam o tempo da ereção masculina;

  • Amendoim

    Todas as oleaginosas são consideradas afrodisíacas e ainda aumentam a energia da pessoa;

  • Alecrim

    É muito utilizado no tratamento da impotência sexual, e seu aroma é um estimulante sexual;

  • Amendôa

    A amêndoa é considearada um símbolo da fertilidade, sendo rica em zinco e selênio, substâncias primordiais para a elevação do horônio masculino;

  • Aspargo

    O vegetal estimula a produção de histamina, que eleva a libido, sendo considerado um dos alimentos mais afrodisíacos que existe;

  • Aipo

     

    O aipo estimula a liberação de um hormônio chamado androsterona, que é liberado pelo homem e atrai sexualmente a mulher;

  • Catuaba

    Famoso estimulante natural que aumenta a libido e a ereção;

  • Gengibre

    Age na prolongação da ereção e atua no aumento da lubrificação vaginal;

  • Mel

    Além do aroma adocicado ser um irresistível afrodisíaco, ele ainda estimula a produção de testosterona;

  • Ostras

    Além de sua textura ser afrodisíaca por remeter à genitália feminina, ela aumenta alubrificação feminina e ajuda no tratamento de disfunção erétil;

  • Pimenta

    Aumentam a circulação sanguínea e a frequência cardíaca, estimulando os órgãos genitais e consequentemente aumentando a excitação.

Com uma vasta lista de alimentos afrodisíacos e tão presentes em nosso dia a dia, basta escolhermos o que mais nosso paladar se adequa.